Estou com anemia! Médico mandou comer carne.

imagem-1

Estou com anemia!

Médico mandou comer carne.

Recebo frequentemente no consultório vegetarianos que em algum momento ouviram de um profissional que deveriam voltar a comer carne, pois corriam risco de anemia ou porque já estavam anêmicos e voltar a comer carne seria o tratamento indicado.

Eu vou mostrar para vocês como essa recomendação é um equivoco.

A recomendação de ingestão diária de ferro para uma mulher na faixa de 30 a 50 anos é de 18mg. No caso da anemia ou até mesmo baixo nível sanguíneo de ferritina, o tratamento inclui suplementação com doses até quatro vezes maiores que a recomendação de ingestão diária citada.

Agora vamos a um cálculo básico que está disponível em qualquer tabela nutricional, como a Tabela Taco que usei.

 

100 gramas de carne de boi cozida (lagarto) = 1,32 mg de ferro

100 gramas de carne de boi cozida (fraldinha)=2,03 mg de ferro

100 gramas de carne de boi grelhada (contra filé) =2,35 mg de ferro

 

Portanto para atingir a recomendação de ingestão diária (18mg) seria necessário consumir:

 

1363 gramas de carne de boi cozida (lagarto) = 18 mg de ferro

886,69 gramas de carne de boi cozida (fraldinha)=18 mg de ferro

765,95 gramas de carne de boi grelhada (contra filé) =18 mg de ferro

 

Só para você ter uma ideia, o consumo de 765,95 gramas de contra filé grelhado tem 1483 quilocalorias, quase 100% da ingestão calórica de uma mulher nessa faixa etária.

Ela teria que consumir apenas a carne e mais nada.

Agora se pensarmos na dose usual para tratamento, se essa paciente já estiver anêmica ou com níveis baixos de ferritina a conta piora ainda mais. Seria necessário consumir por volta de 1914 gramas de carne bovina (contra filé grelhado), que possui 3705 calorias, para atingir aproximadamente 45 mg de ferro.

Inviável, não é?

Lembrando que não considerei fatores que podem interferir no processo absortivo do ferro.

Uma conta simples que mostra o porquê comer carne não fará diferença no seu tratamento ou até mesmo para manter sua ingestão diária mínima de ferro.  Se você é vegetariana ou onívora e está com anemia saiba que o tratamento é a suplementação e que a alimentação não será tão eficaz nesse caso. Agora se o objetivo é manter a ingestão mínima recomendada (18mg) mesmo se você consumir 100 a 200 gramas de carne vermelha diariamente terá que buscar o restante do ferro nos alimentos vegetais!

Sendo assim, é muito fácil entender porque os estudos mostram que a incidência de anemia é a mesma para mulheres onívoras (que consomem carne) e vegetarianas. Consumir carne não garante bom estoque de ferro, a prevenção ou tratamento da anemia.

Dá próxima vez que um profissional disser que você precisa voltar a comer carne para melhorar seu estoque de ferro você pode mostrar esses cálculos para ele.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta